domingo, 22 de julho de 2012

E o Azul do Céu é de uma Beleza que Caçoa

" Nessas manhãs de frio, quando a geada pinta a grama e o azul do céu é de uma beleza que caçoa. Quando nada, nada, te faria tirar o pijama, não fosse o vento que faz lá fora. É a voz do teu amor, que chama agora, e você vem..."  - Boa Pessoa (lembrei muita dessa música da Banda Mais Bonita da Cidade)
 Ultimamente os dias estão sendo bem gelados e chuvosos por aqui, o que influência e muito na preguiça, tenho saído pouco de casa. Mas quando o tempo dá uma trégua o sol volta e o céu fica bem azul, mesmo que frio, é hora de pular no carro e procurar alguma coisa para fazer. Sou muito família e adoro passar o tempo com os meus pais e a minha irmãzinha, mesmo que todos os membros do clã não estejam reunidos (o Giancarlo vive com compromissos e a Elissa tá morando no Peru) dá para aproveitar e se divertir. Na região em que moro não é preciso ir tão longe para encontrar coisas legais. 
 Menos na minha cidade que tem quase nada para fazer. Tanto que eu acho que fui só umas duas vezes nessas férias, uma para fazer um exame e outra para fazer compras no mercado. Mas ao redor tem lugares bem pitorescos e charmosinhos para visitar. 
 A primeira parada foi na fonte da Índia em Monte Alegre do Sul, fazia muito tempo que eu não ia lá. Mas não mudou muita coisa ela continua construída perto de uma fazenda de colonos no meio da mata e para chegar é preciso entrar numa estradinha de terra e contornar a fazenda. 
 Reza a lenda que essa fonte nasceu das lágrimas da índia Obirici que em extrema dor pela perda de seu amado suplicou aos céus que perpetuasse na terra a lembrança de seu sofrimento. Tupã condoído por Obirici deu à humanidade o bálsamo de suas lágrimas, e do pranto da Índia surgiram as fontes murmurantes. Gosto desse lugar não só pelas lembranças da minha infância e da linda pintura nos ladrilhos antigos mas também pela história da Índia Obirici, acho lindo essa coisa de tomar as lágrimas do amor perdido, é tão  poético. 
 Hora de dar uma parada e tirar fotos das pessoas que eu admiro e mais amo na vida! Meus pais não são uma gracinha? hahahaha 
 Na velha estação de Monte Alegre do Sul é possível visitar o trem Mogiana que transportava os colonos e o café pelas cidades da região. Ele ainda funciona apesar de não andar mais, por falta de trilhos; Uma pena um passeio de trem seria bem legal. 
 A Eliza Victória não tava muito afim de tirar fotos, saiu só essa durante todo o passeio.
 Saindo da cidade passamos por Arcadas e Amparo até chegar em Pedreira o paraíso dos objetos de decoração. Lá tem de tudo desde louça de porcelana, flores para arranjos, lustres, abajures até cristais e armários. A minha missão era comprar canecas brancas e procurar tinta para porcelana, estou afim de customizar canecas, mas não tive muita sorte. Acabei voltando de Pedreira com  flores para fazer coroas e algumas canecas de porcelana, mas nada de achar a tinta, vou ter que procurar em outro lugar. 
 No comecinho da noite voltamos para Monte Alegre do Sul para passar na Gelateria "Gelati per Tutti" e tomar um bom sorvete italiano. Havia tantos sabores diferentes, como Azul Céu (esse me conquistou pela cor), Café com Conhaque e Biscoito mas preferi um de Amora. Se um dia algum de vocês passarem por essa Gelateria, que fica na praça da cidade, escolham o de Amora, é muito gostoso, a combinação perfeita entre o doce e azedinho. 
 Enquanto minha irmãzinha acabava de chupar um picolé, falando nisso tem um picolé de Kiwi também que é muito bom, subi a praça para visitar a igreja matriz. Tentei tirar essa foto da fachada mas a luz era pouca e eu detesto foto com flash então ficou meio tremida, mas acho que dá para imaginar como é bonita. 
 Não sabia que estava tendo culto, a igreja não é tão grande assim mas estava lotada, uma moça com a língua meio presa lia o sermão do monte enquanto algumas crianças do meu lado olhavam curiosas para mim e para a câmera. Queria tirar mais fotos, mas não queria atrapalhar o momento do culto, fotografei escondida essa foto e na hora da saída olhei para o teto e tirei uma foto das pinturas. Desci as escadarias da igreja muito feliz, não só pelo gostoso dia que havia tido mas também por ter visto aquelas pessoas reunidas de coração sincero buscando a Deus, e pensei com meus botões " Quem sou eu para julgar aos outros? Posso até não ser católica mas acredito que essas pessoas estão em paz e com a alma em Jesus". Foi um momento muito legal. 
 Atravessei a praça ouvindo ao longe as vozes dos fiéis cantando uma música, entramos todos no carro e começamos a pequena viagem de volta para casa. 



4 comentários:

  1. Eu sempre leio o seu blog, mas não costumo comentar e não sei o porque. Desta vez não resisti, pois meu passeio de férias foi bem parecido com o seu, passei dois dias na casa de uma amiga em Amparo, conheci o paraíso das compras e o museu da cidade de Pedreira, passei por alguns segundos por Arcadas e fui para Serra Negra à um evento mais a noite. Como essas cidades são gostosas! (:

    ResponderExcluir
  2. Deve ter sido um passeio maravilhoso, é muito bom estar rodeado por nossa família.
    adorei o post.
    beijinho

    ResponderExcluir
  3. Guria, que lindas fotos! Vocês passam uma energia tão boa!

    ResponderExcluir
  4. Que passeio gostoso *.*

    Adorei TODAS as fotos ♥

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário.
Só avisando que responderei a todos os comentários aqui mesmo.
E se você quiser que eu visite o seu blog, por favor avise.