quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Tempo de silenciar

A muito tempo atrás um rei chamado Salomão escreveu que há hora para tudo nessa vida, um tempo determinada para cada propósito na terra. Tempo de chorar e tempo de rir, tempo de abraçar e tempo de se afastar, tempo de calar e tempo de falar, assim por diante. O texto na íntegra vocês encontram em Eclesiastes 3. 
Atualmente a parte que diz  "Há hora de abraçar e hora de se afastar... Hora de calar e hora de falar" anda me perseguindo.
Tudo começou numa sessão divã com a minha analista preferida, a quem eu carinhosamente chamo de mãe. Ela me disse uma coisa que me incomodou no bom sentido " Hady, não pense que as pessoas vão amar como você, que elas vão sentir como você sente, que elas vão ver o mundo como você vê. Acho melhor você não se abrir tanto, sabe, achar que todos vão ser sinceros como você. Há tempo de calar e esperar a hora certa para compartilhar aquilo que você acredita".
E depois analisando tudo eu acabei concordando. Sabe, nem sempre as pessoas estão preparadas para encarar algumas coisas. Elas não estão prontas para lidar com seus defeitos ou qualidades, com suas ideias sobre o mundo ou sobre elas próprias. Palavras possuem um poder incrível e é preciso calcular muito bem aquilo que você quer dizer, e isso é muito complicado. Muitos dizem que você precisa dizer aquilo que vier na telha porque você pode se arrepender mais tarde por não ter dito. Eu concordava com isso piamente, agora não mais. Aprendi quebrando a cara que por mais que alguém diga que você pode ser sincero, você não pode. Há pessoas que não suportam algumas coisas, e o mais complicado é deixar o seu eu para não magoar o outro. É engolir tudo no seco e dar uma distanciada, para poder analisar a situação e depois com mais calma e com domínio próprio enfrentar a crise de maneira mais clara e objetiva.
Ai Salomão, ai mãe porque vocês fizeram isso comigo? Fui obrigada a analisar uma porção de coisas na minha vida e reformular minhas teorias de relacionamentos. Mas vocês estão certos, há um tempo para tudo. E atualmente eu ando preferindo silenciar e me afastar.

E não! Esse texto não foi escrito para alguém em especial, foi só uma análise da minha vida (ai que eu tô profunda hoje, hahahaha, tô zuando...) que eu achei que precisava compartilhar, vai que alguém se sinta assim, como eu.

Quer Desabafar, compartilhar algo que anda te perturbando ou te deixando feliz? Entre aqui e escreva para mim.


9 comentários:

  1. Oi! Sabe, eu também me sinto assim de vez em quando...

    É tão difícil entender que há tempo pra tudo! Parece que a vida agitada de São Paulo deixou meu coração no mesmo ritmo...

    Gosto muito do seu blog!

    http://olacocorderosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É complicado mesmo, mas de vez em quando é bom dar uma pausa em tudo, inclusive na vida agitada.

      Obrigada :) que bom que você gosta do blog

      Excluir
  2. quem não se sente assim ? adorei o texto linda, beijos *-*
    - http://eighteensoon.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Tem certeza que vc tem 20 anos??
    Tão madura meu Deus...Rs Levei tanto tempo pra compreender "que há tempo pra tudo" e ainda hoje preciso ensinar o meu coração todos os dias sobre isso...Principalmente sobre o tempo de silenciar!
    Gosto muito da sua visão sobre as coisas e a vida...
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha... bem, pelo meu RG consta que eu tenho 20 sim.
      Madura quem dera ser mais, apenas gosto de aprender e mudar meus conceitos de tempos e tempos.
      Mas como vc eu também preciso me controlar e aprender todos os dias.

      Muito obrigada pelo comentário

      Excluir
  4. Eu amo Eclesiates, principalment o capítulo 3. Sempre encontramos algo para nós no Livro dos Livros. Bjo, amada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também, é um dos meus livros favoritos. Sempre aprendo uma coisa nova...

      Um beijo para você também

      Excluir
  5. Amei o post e as tuas palavras *.*

    Que a gente possa aprender com os grandes sábios :) ♥

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário.
Só avisando que responderei a todos os comentários aqui mesmo.
E se você quiser que eu visite o seu blog, por favor avise.