quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Vejo corações em todos os lugares

Dessa vez escolhi o giz pastel para fazer os meus novos corações. Não teve grandes motivações, apenas me tranquei no quarto, liguei o som no máximo e deixei o resto fluir. A música que mais tocou no processo todo foi Dead Hearts - Stars.
Chamei esse coração de "Seu raio-X", talvez porque ele me lembre uma daquelas chapas. Imaginei que se pudéssemos analisar o que vai por dentro das pessoas, que se houvesse uma maneira de poder conhecer os outros como eles realmente são, seria bem mais fácil e menos dolorido. Mas infelizmente, ou não, somos todos uma caixinha cheia de surpresas, boas e ruins. 
Esse eu chamei de "Coração de Vicent", não sei se foram as cores ou os traços que me lembraram da barba ruiva de Van Gogh. Enfim, me lembrei dele e ficou com esse nome mesmo. Sem nenhuma história interessante ou análise profunda. É apenas um coração que me lembra uma barba ruiva de um pintor que eu nunca conheci, hahaha. 


6 comentários:

  1. Awn lindos seus corações *-* e super profunda sua analise. Assim que li Vicente no nome do coração automaticamente pensei no Van Gogh :)
    você já desenhou algum coração com carvão vegetal?
    bjus ;*

    ResponderExcluir
  2. Hay, mais uma vez você nos surpreende com seu talento! Lindos, amei!

    ResponderExcluir
  3. Esse mês, no laboratório subterrâneo Sueco-Italiano da CERN, confirmaram que já existem partículas que viajam mais rápido do que a luz. Então, talvez, a habilidade de enxergar as pessoas por dentro esteja próxima. Algumas décadas, talvez.
    Mas acho que a gente já consegue ver os sentimentos dos outros hoje, é só prestar atenção ;)

    ResponderExcluir
  4. Os desenhos ficaram muito legais, adoro os seus corações!

    ResponderExcluir
  5. Vc vai pintar um em uma camiseta pra mim em breve ;)
    saudades imensas \ol

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário.
Só avisando que responderei a todos os comentários aqui mesmo.
E se você quiser que eu visite o seu blog, por favor avise.