sábado, 16 de fevereiro de 2013

Deposite sua fé em Jesus, não em pessoas ou placas

179771_10151488922051718_555743309_n_large

“Bem, você é evangélica e assim, como eu, creio que houve momentos que você ficou desanimada em relação à igreja. Acontece que esse desânimo já está durando uns 10 meses. Eu não consigo mudar, não consigo melhorar. Só idealizo, sonho, mas não consigo colocar em prática. Quero sair da igreja que frequento, creio que posso crescer muito mais, espiritualmente em outro lugar. Porém (sempre existe esses ‘poréns’...) toco na banda da igreja e sou muito apegada à música, é o que me calma, me conforta, me abraça. Isso só torna a saída mais difícil. Bem, isso e o fato de minha mãe não aceitar que não sou feliz lá. (Aliás não sou feliz em lugar nenhum, não feliz por completo. Sou alegre em momentos, isso doí).  Eu sou muito, muito tímida e tenho vergonha de ir conversar com o pastor, pedir minha carta, esse tipo de coisa. Isso está me afastando tanto de Deus.  E cada vez minha vida está ficando pior por isso. Minha falta de coragem me revolta. E me revolta mais o fato de eu estar falando com uma estranha (eu te “conheço”, mas você não me conhece, entende?), ao invés de conversar com alguém próximo. Já tentei e não me ouviram. Eu não sei o que fazer, como agir. Dá um aperto no coração quando chega domingo e eu tenho que ir para a igreja. Era para eu ser feliz lá, era...
Quero respirar novos ares. Às vezes tenho vontade de desistir de tudo, pensando bem, nem sei o que me sustenta. É que eu sou tão complicada que não me encaixo, não me firmo em lugar algum. Vou nessa igreja desde pequena, não tenho um amigo por lá. Nem um colega. Ninguém para dizer um oi em alguma rede social. Ninguém para sentir saudades. Tentei três vezes me juntar no grupo de adolescentes. Eu ficava num banco sozinha vendo todos juntos. Eu não consigo... aquele lugar não é pra mim. Mas será que existe algum lugar para mim?”

Já faz alguns meses que li esse desabafo. Confesso que fiquei bem confusa. Meu Deus, como eu ia poder te ajudar? Não podia falar tudo. Era um misto de cautela e receio. Até conversei com um amigo. Ele me encorajou a escrever. Falou que eu não podia te deixar sem resposta. Mas por falta de coragem deixei esse desabafo para trás.
Toda vez que abria a caixa de entrada eu lia, sempre, o mesmo desabafo e orava pedindo a Deus que Ele te ajudasse. Mas você tinha pedido minha ajuda e eu estava simplesmente negando, mesmo que sem querer. E depois de meses remoendo, e criando coragem e acabei sentando aqui, de frente ao computador, decidida a te responder, espero que não seja tarde demais.
Falar de religião é complicado para mim. Mas falar de Jesus não. Também nasci e cresci em uma única igreja. E já tive os mesmos questionamentos, as mesmas dúvidas martelando na cabeça, me deixando insegura e cada vez mais distante de Cristo. E ainda hoje tenho meus momentos de crise.
Um dia eu li uma história, bem conhecida pelos cristãos em geral, a da samaritana que Jesus encontrou no poço de Jacó. Se você quiser ler está em Lucas 4: 1- 42. Em um dado momento enquanto eles discutiam uma antiga rixa de samaritanos contra judeus, a onde se devia adorar a Deus, Jesus disse “O caminho de Deus para a salvação veio por meio dos judeus. Mas chegará o momento- na verdade, já chegou- em que não importará como vocês são chamados ou onde irão adorar. O que conta para Deus é quem você é e como vive. Seu culto deve envolver o seu espírito na busca da verdade. Este é o tipo de gente que o Pai está procurando: aquele que é simples e honesto na presença dele, em seu culto. Deus é Espírito, e quem o adora deve fazê-lo de maneira genuína, algo que venha do espírito, do mais íntimo do ser.” (usei a tradução da Bíblia A Mensagem). Quando li isso, tudo ficou mais claro. Eu tinha encontrado a resposta, Jesus tinha falado comigo.
Sabe, não importa onde você está ou qual denominação você participa, o que importa é a sua busca pela verdade, sua comunhão com Deus. Cristo não te obriga a seguir regras em troca de salvação, ele não te condena, pelo contrário, ele liberta e te ama. E o amor é paciente.
O ser-humano é mal, por natureza. Todos estão propensos a erros. Não deposite sua fé nas mãos de homens ou num nome de uma placa. Deposite nas mãos de quem é maior do que tudo isso. Jesus é a verdade e a vida, nele estarás segura. 
Não posso dizer que você tem que sair da sua igreja. Não posso. Essa é uma escolha sua, é uma batalha que só você pode travar. Mas não desanime, Jesus está com você, se você pedir e confiar tenho certeza que Ele vai te ajudar.
Jesus que te sustenta, garota! Ele é o único que pode te ajudar. Não tenha medo, sei que de vez em quando dá, mas não perca sua fé. Não coloque suas expectativas nas pessoas, é em vão. Deus vai te apresentar bons amigos, só não tente fazer tudo por si mesma.
Eu aprendi que não adianta me desesperar. Não resolve nada tentar resolver meus problemas pelos meus esforços. Mesmo que de vez em quando bata aquele desespero.
Jesus veio ao mundo para dizer que só há um caminho, e esse caminho é Ele. Se você seguir por essa estrada tenho certeza que esse vazio e esse medo vão passar, mesmo que de vez em quando voltem, não ficam.
E obrigada por confiar nessa estranha e por ter desabafado. Você me deu coragem, mesmo que tardia, para dizer que pra mim: só Jesus, somente Ele me completa e me mostra a verdade. O que conta para Deus é como eu sou e como vivo, como busco a verdade. 
O amor dele vai transbordar em seu ser e você terá um motivo para enfrentar os problemas e encontrar uma  nova razão para sua vida.

Se você quiser desabafar alguma coisa pode entrar aqui e dizer qualquer coisa, pode boa ou ruim. Eu vou ler e tentar responder o mais rápido possível. 
                                                                        

10 comentários:

  1. Lindo o que você escreveu foi um ótimo conselho pelo menos para mim, chorei um pouco aqui por que ando me sentindo um pouco como a pessoa que te mandou este desabafo, isso ajuda muitas pessoas

    Beijos, Lua

    ResponderExcluir
  2. Eu tbm nasci e cresci na igreja e por muitas vezes me sentia vazia e perdida, , até que um dia eu me afastei da igreja, mas continuei buscando a Deus e estudando sobre a palavra Dele e aos poucos eu fui me surpreendendo com o que Ele tem feito na vida, já tive experiências que em anos de igreja nunca tive. Hoje eu entendo que não é a igreja, a religiosidade, a frequência aos cultos que te faz chegar a Deus, é apenas a sua vontade de se chegar a Ele, não importa onde esteja... Eu continuo indo á igreja, mas vou com a intenção de compartilhar testemunhos, mensagens, textos com as pessoas e não vou pra sentir Deus, sentir Ele na minha vida é um exercício que tenho feito diariamente, onde quer que eu esteja e tem deixado minha vida mais alegre e preenchida, por isso estou compartilhando minha experiência aqui!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LINDOOO E VERDADEIRO, DEVEMOS SENTIR DEUS EM TODOS OS LUGARES E INSTANTE DA NOSSA VIDA..

      Excluir
  3. Eu passei por algo semelhante..na verdade acho que ainda estou vivendo isso; é muito difícil. E Deus sempre me mostra que a minha necessidade é de olhar somente para Ele e me alimentar Dele, da palavra. Muitas vezes voltamos nosso coração para tantas coisas.. Vamos à igreja mas, não temos uma comunhão íntima com Deus. Então, dps de um tempo tudo passar a ser vazio. Ir à igreja somente, não significa que por dentro de fato sou alguém que expressa a vida de Cristo. Percebi que independente do lugar, eu preciso manifestar Cristo. Hoje posso não ser feliz onde estou mas, e se for para outro lugar e tbm não ser feliz, procurarei outro? A questão inicial não é trocar de denominação mas sim, desfrutar de Deus. E esse Deus está em mim! Tenho hj, livre acesso ao Pai! A felicidade, a saciedade suprida só pode se tornar real quando buscamos a pessoa de Jesus. Quando as pessoas perguntavam se eu estava feliz dizia somente que "estava indo" pois, não tinha realidade de tal sentimento. Mas, percebi que a felicidade plena que tanto desejo eu já possuía: Jesus! Cabe a mim, desfrutar e "cavar o poço", ir em busca de suas riquezas. Antes, a igreja era como meu porto seguro..não sei se erro em pesar que não é mais..mas, isso me direciona a um único caminho, a uma única saída de escape:Ele. Ele está acima de tudo, de todas as situações. Eu vou para igreja e lá quero receber Cristo e tbm expressar a Cristo. Mas, principalmente quero estar em meu Jesus, desfrutando paz e vida, numa experiência pessoal, mui clara e definida..eu só quero estar em meu Jesus e não sair por nada. Tendo a Sua vida acrescentada a minha, dia após dia, vou passar a olhar as situações com os olhos de Deus. E tudo coopera para o nosso bem.. seja a situação favorável ou não..Deus sempre quer transformar algo em nós.
    Bjs, amo seu blog!! :)

    ResponderExcluir
  4. Amei, amei muito, só queria saber de onde é que está o trecho que você colou no post! Achei interessantíssimo. Não sabia que você também era cristã, que lindo isso =) ♥

    ResponderExcluir
  5. Tudo bem vc ser cristã e crer em Jesus, mas dizer que somente ele é a vdd acho que eh de mais, nao?
    ´´E preciso reconhecer que há outras religiões e crenças e que tds sao validas, nennhuma pode querer ser a verdade absoluta...... pode até ser que essa anonima que escreveu se encaixe em outra religião, como o espiritismo por exemplo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anônimo. Olha, eu respeito muito todas as religiões. Nunca condenei ninguém por acreditar em algo diferente do que eu acredito. A garota que escreveu é cristã, talvez se você lesse com atenção o desabafo ia perceber. Eu escrevi aquilo que acredito. Eu acredito em Jesus, sou cristã e nunca neguei isso. Para mim essa é a verdade.
      Se você é espirita, budista ou qualquer outra religião essa é uma escolha sua. E tenho certeza que se alguém pedisse uma opinião sua sobre religião, vc ia dizer aquilo que cabe à sua crença.
      E o que é uma religião? Um nome? Já pensou quantas guerras seriam poupadas se cada um respeitasse ao outro, não julgasse e não quisesse impor suas verdades.
      Esse blog é meu, não tem como eu fugir disso, tenho que escrever aquilo que para mim é importante. Há pessoas que gostam, outras não, e que bom por isso! Diversidade sempre me encantou.
      Te respeito, e obrigada por ter feito esse comentário. Só espero que você respeite a opinião dos outros, assim como vc espera que outros te respeitem.

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Olá! Muito obrigada pela delicadeza, ao expressar de uma forma sincera e inteligivel algo que, principalmente nós cristãos sabemos, mas não conseguimos colocar em palavras. Isso frustra! Enfim, gosto do equilíbrio que você demonstra entre as coisas legais, bonitas e aproveitáveis desse mundo e o que ainda está por vir. Me privei por muito tempo das coisas boas por não acreditar ser digna e suficientemente forte para encontrar o meu equilibrio entre a minha fé e a minha vida prática. Só oro para que você use sempre essa habilidade de uma maneira tão boa! :)


    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário.
Só avisando que responderei a todos os comentários aqui mesmo.
E se você quiser que eu visite o seu blog, por favor avise.