terça-feira, 19 de março de 2013

Aquela menina alí...



Apesar da cara fechada, do andar rápido, do olhar superior e dos lábios apertados não sou uma má pessoa. Não sou maldosa, nem muito orgulhosa ou nervosa. E apesar de andar entre a multidão como uma estranha, não sou antissocial. Também não sou dona da verdade, apesar de gostar de debater e tentar encontrar explicações e respostas para tudo. Não me classificaria como amarga apesar de ter bons motivos para o ser. Não diria que é depressão, apesar de alguns dias acordar com porre da vida. Não diria infeliz, porque achei felicidade sem precisar encontrar razões para sentir.

E apesar dos pesares, não sou uma má pessoa, sou uma consequência disso tudo. Um grito engasgado. E apesar dos meus pesares sou feliz, dou sorrisos, troco o andar pelo dançar e os medos pelas alegrias. Mas é que são poucos que percebem isso, uma pena, seria tão bonito...   



4 comentários:

  1. Que texto lindo *----*'

    http://paodequeijocomchocolate.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Amei, que texto lindo. Você escreve muito bem.

    ResponderExcluir
  3. Nossa muito lindo parabens mais uma vez, nunca pensou eu escrever um livro?

    ResponderExcluir
  4. Jéssica purinha nesse texto! rs
    Adorei!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário.
Só avisando que responderei a todos os comentários aqui mesmo.
E se você quiser que eu visite o seu blog, por favor avise.