domingo, 31 de março de 2013

Essa história de (sobre) viver



Não queira parar, desistir, acalmar, dopar. Queira andar na borda, conviver, encarar, persistir. Não demora uma vida inteira para encontrar as respostas, leva uma vida inteira para aprender a relevar. Desista dessa ideia de sofrer e não queira impor condições para ser feliz. Ser feliz é mais uma questão de simplesmente ser.

Ande nos amores, nas desilusões, conviva com a dor, mas também deixe passar, e se passar dê um sorriso, pegue a linha da próxima estação sem olhar para trás. Também saiba voltar, andar para trás não significa parar. Não queira demais, na vida não se ganha no grito. E se for pra gritar berre para dentro, talvez assim acorde aquilo que estava adormecido dentro de você.

Deixa estar, viva seus dramas, faça de suas lágrimas seu palco, dos seus desequilíbrios suas oportunidades. Dê seus passos em falso, se entregue às noites, aos dias, ao mar, ao vento, ao ócio, aos trabalhos, à rotina. Não tema cortes abertos, tema gritos sufocados e sentimentos enterrados. Não me lembre que é preciso viver, eu sei que é preciso, como também sei que não tem receita para essa coisa de seguir em frente, é só desapegar e dar o primeiro passo.



4 comentários:

  1. Que texto lindo, combinou direitinho com meus sentimentos de ontem e hoje...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, obrigada, e que bom que combinou com você :)

      Excluir
  2. Ai Hady, queria que fosse fácil assim como vc escreveu...o que me falta é coragem pra fazer tudo diferente, ser uma pessoa completamente diferente do que eu sou hoje não é fácil. Mas obrigada pelo texto, tenho certeza que ajudou a muitos além de mim!

    bjaoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas não é fácil mesmo Claudia. E você não precisa ser uma pessoa diferente, pelo contrário, você precisa ser você, aceitar que a vida siga um ritmo próprio, não desesperar, sabe, remar contra a corrente. Aceitar as coisas boas e ruins e no fim saber guardar oq foi relevante daquilo que te fez mal. O texto é mais sobre deixar viver, sem medo de simplesmente ser.
      Obrigada pelo comentário, você é sempre uma querida :D

      Excluir

Obrigada pelo comentário.
Só avisando que responderei a todos os comentários aqui mesmo.
E se você quiser que eu visite o seu blog, por favor avise.