sexta-feira, 22 de março de 2013

O Morro dos Ventos Uivantes (2011)

Alguns criticaram, acharam que fugiu da história e que a diretora quis inventar moda, mas para mim não fez a menor diferença o Heathcliff negro de Andrea Arnold. Achei legal, quebrou alguns paradigmas ao mesmo tempo que se manteve fiel aos sentimentos da história original. 
Já li o livro de Emily Bronte duas vezes e sempre senti muita raiva do "amor" de Cathy e Heathcliff , achava tão egoísta o sentimento que ambos nutriam. 
O livro já foi adaptado diversas vezes para o cinema, eu assisti só a versão de 2009. E entre a de 2009 e 2011 fico com a atual. Não me importa se o Heathcliff é negro, essa versão é bem mais visceral. O conflito entre o casal não é tratado apenas como um romance. Muitas cenas não possuem sequer fala, são aqueles gestos, e olhares que transmitem todos os conflitos e lados obscuros dos personagens. Dá para sentir nas cenas a opressão, ódio e desespero de Heathcliff, e os sentimentos dúbios e conflituosos de Cathy. Além disso a fotografia do filme me encantou a cada cena. A diretora faz um jogo de câmeras mais intimista, o telespectador passa a olhar com olhar dos protagonistas, principalmente do de Heathcliff. O vento torna-se essencial, há diversas cenas em que há manifestações de cabelos, folhas, roupas ao vento. Achei uma maneira muito legal de transmitir a atmosfera gélida e ao mesmo tempo inquieta que Bronte descrevia seus personagens e o cenário da história. E já falei da trilha? Assim que começou a tocar Mumford and Sons quase tive um troço, hahaha.
Não posso dizer que essa é a melhor versão do clássico, ainda preciso assistir aos outros filmes. Mas posso dizer que essa me agradou, e muito. Não me simpatizei pelos personagens, mas acho que a própria Emily não queria a simpatia, ela queria o despertar de outros sentimentos nos leitores. Heathcliff é um anti-herói atormentado que procura vingança, Cathy é uma garota mimada e espirituosa. E é para ser trágico, intenso e injusto, como a maioria dos amores o são.




10 comentários:

  1. Hadassah, eu amo o livro. Também já li duas vezes, e tenho em parte a mesma opinião que você sobre o amor deles dois. As pessoas as vezes esquecem que o filme é uma ADAPTAÇÃO ou seja não é IDÊNTICO, eu ainda não assisti nenhum dos filmes, vou ver se meu namorado baixa esse de 2011 pra gente vê.

    Gostei das imagens e da crítica, bem objetiva.
    Você conhece o meu blog? Se tiver um tempinho visita. um beijo
    Humble Opinion

    ResponderExcluir
  2. Hadassah, essa história foi a que mais gostei dentre as leituras obrigatórias no ensino médio. Adorei saber que tem um filme recente e tão bonito (pelo menos o que vi da fotografia aqui no seu blog), mas então não consigo não rir e não lembrar de um clipe de 1900 e bolinhas com o tema "O Morro dos Ventos Uivantes", aqui está o link http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=HCEzzlgG5RM . Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o clip da cantora Kate Bush... a letra é um resumo do livro. Pq vc rir? Por ser antigo?

      Excluir
  3. Já ouvi falar muito desse livro, mas nunca li e nem vi o filme. mas depois de ler sua resenha fiquei com muita vontade.
    Parabéns

    ResponderExcluir
  4. Li o livro, assisti a adaptação da mtv(achei horrível kk), a versão de 1992 e essa de 2011. A de 2011 com toda certeza possui a melhor trilha sonora e fotografia, também gostei dos atores e de como a infância dos personagens foi destacada. Mas para quem gosta da história como tu é indispensável que assistas a versão de 92! Juliette Binoche foi incrível, e é a versão mais emocionante e fiel(não que seja necessária, como disse a Verônica, mas é legal assistir com uma perspectiva semelhante ao livro). Adorei a resenha e sempre acompanho o blog!

    ResponderExcluir
  5. Hady, o filme é lindo e o livro é perfeito! Uma das histórias mais lindas já escritas ^^

    ResponderExcluir
  6. O Morro dos Ventos Uivantes é uma das minhas historias favoritas a única adaptação que eu ja assistir desse livro é uma da década de 90 que tinha uma trilha sonora incrível, nem me lembro muito do filme assistir ele quando era muito criança mais a trilhar sempre ficou na minha cabeça. Se eu encontra em algum luga esse filme (2011) vou assistir para ver, pelo jeito os atores e a fotografia dele é muito linda.
    Beijos, ameamai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Li o livro e como você também senti raiva do amor deles, quero reler o livro e fiquei muito interessada no filme, vou procurar na internet.
    Adoro seu blog, eu comentei poucas vezes, mas sempre que quero fugir das futilidades do mundo, esse é o meu esconderijo, me sinto muito bem aqui :)

    ResponderExcluir
  8. Também li o livro e recentemente assisti o filme, e amei a Chaty e Heathcliff na infância,achei que os atores se encaixaram perfeitamente e realmente fiquei louca procurando a trilha sonora, foi bom ler algum elogio a obra, já que muitos só criticaram, pois realmente gostei desta adaptação.
    Adorei o blog! parabéns ^^

    ResponderExcluir
  9. " O Morro dos Ventos Uivantes " é a síntese da alma masculina, através do sofrido Heathcliff, escrita ironicamente por uma mulher .
    Todo homem pode se reconhecer em Heathcliff e sua luta por reconhecimento ou preferência pela vingança.
    Heathcliff é um dos mais encantadores e enigmáticos personagens da literatura universal . Torná-lo negro só aumentou o encanto desta personagem.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário.
Só avisando que responderei a todos os comentários aqui mesmo.
E se você quiser que eu visite o seu blog, por favor avise.