segunda-feira, 25 de março de 2013

Que há num simples nome?

JULIETA: Meu inimigo é apenas o teu nome. Continuarias sendo o que és, se acaso Montecchio tu não fosses. Que é Montecchio? Não será mão, nem pé, nem braço ou rosto, nem parte alguma que pertença ao corpo. Sê outro nome. Que há num simples nome? O que chamamos rosa, sob uma outra designação teria igual perfume. Assim Romeu, se não tivesse o nome Romeu, conservara a tão preciosa perfeição que dele é sem esse título. Romeu, risca teu nome e, em troca dele, que não é parte alguma de ti mesmo, fica comigo inteira.

ROMEU: Sim, aceito tua palavra, dá-me o nome apenas de amor, que ficarei rebatizado. 

Não, nunca li Romeu e Julieta. Mas minha irmã  tem um livro de frases de Shakespeare e essa da rosa sempre me agradou. Dei uma pesquisada e acabei encontrando esse diálogo. Achei muito bonito e sincero, fiquei pensando em um zilhão de coisas, entre elas a de tomar vergonha e ler o livro.



5 comentários:

  1. que lindas as fotos! *-*
    aloverofbook.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Hadassah, amei muito as tuas fotos! Flores lindas.

    ResponderExcluir
  3. Que fotos lindas. Eu também demorei para ler Romeu e Julieta até que ganhei o exemplar de meu pai e tomei vergonha e li, me apaixonei demais. É uma historia tão triste mais tão bonita.

    Beijos, ameamai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. A história de Romeu e Julieta sempre me impressionou muito.

    Adorei a maneira como você a representou!

    Um beijo, Ana

    ResponderExcluir
  5. Amei Romeu e Julieta, você com certeza vai gostar :)
    E suas fotos ficaram lindas :)
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário.
Só avisando que responderei a todos os comentários aqui mesmo.
E se você quiser que eu visite o seu blog, por favor avise.