sexta-feira, 26 de abril de 2013

Noites em claro, água e besouros

Só queria que você parasse com essa ideia fixa de que sou antissocial. Não sou! Tenho apenas vocação para solidão. Não sou da galera, dos sorrisinhos, dos barzinhos, da “night”. Sou mais dessas que vira a “night” ouvindo músicas e que entre uma faixa e outra dança e chora, ao mesmo tempo que eleva e se leva para qualquer lugar onde possa imaginar.
Não vejo a hora em que seja totalmente aceitável ficar entocada no quarto com um pijama de flanela, cabelo despenteado, lendo Clarice Lispector e sobrevivendo do que alimenta alma. Não sou depressiva, drogada, hippie e todos esses clichês que você teima em me classificar. Não me classificaria como nada além de mim. Não classificaria nem meus títulos, que não fazem sentindo, aparentemente, mas que dizem bem mais do que dois parágrafos. 


2 comentários:

  1. Perfeito!!!
    Amei demais esse texto, vou imprimir e distribuir para algumas pessoas, haha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Haha adorei! ninguem quer aceitar essa coisa de ficar sozinho, até parece que eh errado neh?
    Beijos!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário.
Só avisando que responderei a todos os comentários aqui mesmo.
E se você quiser que eu visite o seu blog, por favor avise.