sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Francesca Woodman

Conheci Francesca num sábado à noite. Lembro que o documentário "The Woodmans" passava no canal Cultura e eu simplesmente fiquei fascinada com a paixão de Francesca pela fotografia. Quando desliguei a TV tive a certeza de ter encontrado uma das minhas fotógrafas favoritas e uma grande fonte de inspiração artística.
Filha de uma ceramista e um pintor, Francesca cresceu incentivada e envolvida no meio artístico. Aos 17 anos começou a fotografar autorretratos e também retratos de suas colegas de internato. A partir da descoberta da fotografia Francesca não parou mais até completar 22 anos, foi quando suicidou-se pulando da janela de sua casa. Desde então suas fotografias ganharam fama e reconhecimento chegando a valer milhares de dólares.

O que eu gosto no trabalho de Francesca é a carga emocional e íntima de cada imagem. Olhando suas fotografias dá sentir o drama e decadência ao mesmo tempo que ele é velado com uma leveza e movimento, sempre valorizando a feminilidade. O que mais me chama atenção no trabalho dela são esses pontos dissonantes. Dá para perceber que Francesca tinha suas pertubações, e ela não tinha pudor em mostrar isso. Seu corpo, sua alma, seus desejos e sentimentos eram expostos sem proteção alguma, nus e entregues às lentes de sua câmera. E isso que mais fascina, a coragem que teve de se entregar totalmente à fotografia. Muitas vezes me pergunto se fotográfo para mim mesma ou para os outros, só para agradar ou ganhar cometários de aprovação. Francesca me fez ver que se você ama a fotografia não importa muito o que vão dizer, você simplesmente vai sentir quilo saindo da cada poro do seu corpo te levando a fazer e experimentar cada vez mais e mais. 
E quem quiser saber mais sobre a história de Francesca eu indico o documentário "The Woodmans" de 2010. É muito bom!


Já conheciam o trabalho dela? Ah, se alguém quiser deixar alguma indicação de fotógrafo ou trabalhos interessantes por favor me escreva nos comentários, eu gosto de descobrir coisas novas. 

Um grande abraço para todos e até a próxima! 

9 comentários:

  1. Sempre tive a sensação que as pessoas mais criativas, intensas e artisticamente desenvolvidas, são as consideradas loucas, insanas... Mas sem dúvida elas são as que mais despertam nossa curiosidade e acabam de certa forma nos inspirando de uma maneira diferente. Não conhecia a Francesca e sua história, mas com certeza as fotos são lindas e ela tinha essa intensa alma artista!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei seu comentário Elza! hahaha
      Concordo com você em tudo

      Excluir
  2. Ola Hadassa...achei bem interessante...de uma olhada nos trabalhos de Haruo Ohara e Satori Uso...acredito que vc vai gostar!quando vi me lembrei de vc!bjs boa semana

    ResponderExcluir
  3. Ola Hadassa...achei bem interessante...de uma olhada nos trabalhos de Haruo Ohara e Satori Uso...acredito que vc vai gostar!quando vi me lembrei de vc!bjs boa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela dica Sam, pode deixar que vou dar uma olhada. Uma ótima semana para você também ;)

      Excluir
  4. Não conhecia. As fotos são bem intensas mesmo.

    ResponderExcluir
  5. OI Hadassah
    Conheci o trabalho da Francesca nas minhas aulas de fotografia. As fotos dela tem um a força que me lembra muito os filmes do Bergman. Outra fotografa que eu gosto muito é a Amy Hildebrand. Ela nasceu parcialmente cega e faz fotos belíssimas.

    Bjoss

    ResponderExcluir
  6. Valeu pelas dicas meninas, depois vou dar uma olhada nos trabalhos dos artistas citados. Um abraço para todas! :D

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário.
Só avisando que responderei a todos os comentários aqui mesmo.
E se você quiser que eu visite o seu blog, por favor avise.