quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Van Gogh

" O amor é eterno - a sua manifestação que pode modificar-se, mas nunca sua essência... através do amor vemos as coisas com mais tranquilidade, e somente com essa tranquilidade um trabalho pode ser bem sucedido." - Vincent Van Gogh 


Sim, eu o amo. Ele era louco, mal-sucedido, devia ser um porre de chato, mas mesmo assim... o trabalho de Van Gogh me motiva, encanta e transmite muita intensidade e paixão. 
Só fiz esse post para compartilhar um pouco da arte dele, é sempre bom reforçar né? Ah! Quem se interessar tem um post com a resenha do livro "Cartas a Théo" que eu fiz a uns tempos atrás aqui no blog. Esse livro é muito íntimo, já que são as cartas enviadas por Van Gogh para o irmão Théo, gosto muito e indico. Clique aqui para ler a resenha.

Ah! E olha o que eu achei! Não dava para deixar de compartilhar, meus dois favoritos juntos. Já imaginou? 



6 comentários:

  1. Olá! Eu gosto das obras de Van Gogh, embora nunca tenha criado um interesse especial por ele, mas confesso que você conseguiu me deixar bem entusiasmada com o assunto. Estou até pensando em comprar o livro "Cartas a Théo" depois que li sua resenha. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério mesmo?!
      Que legal!!! Espero que essa curiosidade cresça ainda mais, a obra de Van Gogh é muito boa, uma baita inspiração.
      Compre sim, o livro é realmente bom, ainda mais ara quem quer conhecer intimamente a vida e obra do pintor.

      Um abraço Mariane

      Excluir
  2. Ola, senhorita!

    Nunca tive a oportunidade de conhecer Van Gogh mais a fundo, mas gosto muito das sensacoes que tenho com seus quadros. As cores sao vivas, e praticamente uma injecao de animo.

    Beijos,

    Mari
    caixadamari.com

    ps.: sorry pela falta de acentos, eeu nao sei usar esse computador kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, tudo bem?
      As obras dele são realmente boas, as cores que são uma característica era sua paixão. Van Gogh tinha muitas pertubações e ele conseguia passar com maestria para a tela.

      hahaha, não tem problema, eu entendi tudo direitinho ;)

      bjss

      Excluir
  3. Sem dúvida meu favorito! Fiquei ainda mais fã quando li o que ele escrevia sobre o seu processo de pintar. Todo mundo associa a loucura a ele e acha que ele também trabalhava num jeito desordenado. Mas quando vi todo o raciocínio por trás das escolhas de cores, por exemplo.... um gênio!
    :)
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. Ele é um dos meus favoritos também, adoro as pinceladas e cores dos seus quadros! :)
    E tenho muita vontade de ler o livro, desde a sua resenha, por ser algo tão particular, deve ser ótimo!
    E concordo com você ele deve ter sido chato pra caramba, mas não menos especial..

    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário.
Só avisando que responderei a todos os comentários aqui mesmo.
E se você quiser que eu visite o seu blog, por favor avise.