domingo, 2 de março de 2014

Quintal

A Eliza realmente me cativa quando se entrega à natureza. Quando ela brinca, pula de um lado para o outro, descobre insetos, come fruta do pé. Fico só observando de canto a graça de suas descobertas e penso que pena é crescer. Quando se é criança o quintal é um mundo imenso cheio de possibilidades e fantasias. Quando crescemos nos aborrecemos facilmente com qualquer coisa e aí a formiga já não constrói castelos, as nuvens não tem mais formas e as flores já não são casa de fadas e a grama berço de gente.  Queria adverti-la para não crescer jamais... 
... impossível, eu sei. 






5 comentários:

  1. Ah, Eliza se a gente não crescesse!!! Mas aproveita bem Eliza, agradece bastante a papai do céu por te dar esse quintal lindo pra brinca e brinca até não dar mais, que quando crescer será uma adulta lindamente feliz!!!
    Hadassah, suas fotos estão cada vez mais lindas!!! Impossível não se encantar com elas e quando tem a Eliza de modelo então, fica tudo mais bonito, acredito que o fato de você se divertir com ela e ao mesmo tempo fotografá-la te faz não ser tão grande quanto é você fica menina de novo!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Ela sempre rende fotografias lindas :)
    Acho que tinha um bicho naquela goiaba, hein?! hahaha
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. A Eliza é uma menina muito encantadora! Essa fase é boa demais.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário.
Só avisando que responderei a todos os comentários aqui mesmo.
E se você quiser que eu visite o seu blog, por favor avise.