domingo, 10 de agosto de 2014

O carinha que mora no quarto ao lado do meu


E aí cara tudo bem contigo?

Sei que não gosta que eu te trate como mais um dos meus “amiguinhos”, sei que vez por outra exige respeito, e que a marota aqui lhe conceda a graça de exercer seu poder patriarcal no lar. Mas você deu azar não é pai? Porque a filhinha com cara de joelho que mamãe disse ao nascer “Rogério, ela é a sua cara”, cresceu e tornou-se um pouco rápida demais no gatilho e vez por outra te tira do sério. Mas pai posso lhe dizer uma coisa? Às vezes nos irritamos tanto um com o outro porque no fundo vemos muito um do outro no outro. Parece que até nossos defeitos são iguais, os dois sangue quente. E quando eu te chamo de cara ao invés de senhor é porque sinto algo tão além, que para mim você não é só meu pai, mas é o carinha que curte umas paradas meio parecidas com as minhas, o cara que eu gosto de conversar sobre filosofia, notícias, livros e embates da vida. Você não é mais um dos meus amiguinhos, mas sim O MEU AMIGO. Então relaxa... cara, te chamo assim, porque para mim você O CARA ULTRA, PLUS, BEST DAS GALÁXIAS!!!

Me orgulho muito de você pai. Tanto que eu falo para mamãe, “Mãe quero um homem que nem o papai”. Agora lhe digo uma coisa, culpa sua eu viver a maior parte do tempo solteira (hahahahaha). Meu nível de exigência, por sua causa, tornou-se alto. Eu simplesmente só quero alguém parecido ou melhor que você. Pois sei que alguém com o caráter parecido com o teu vai ser o segundo cara mais legal do mundo! E para deixar claro, você vai sempre ser meu namoradinho. Então relaxa os nervos aí, ok?

Pai, quando coloquei os olhos nessa tua barba eu pensei nos meus tenros primeiros dias de vida, “que homem lindo, que graça, que gentileza, que carinhoso, nossa que tudo!” E com passar dos anos eu te admirei cada vez mais. Claro que por motivos diferentes, mas sempre te admirando. Hoje, estou um pouco mais madura, ou nem tanto, enfim... Hoje já te admiro por outras coisa, claro que você ainda continua sendo lindo para mim, mas o que eu gosto mesmo em você é o teu caráter.

Me ensinas-te que o segredo é a alma do negócio, que fugir das pessoas e das rodinhas barulhentas é a melhor maneira para manter-se são. E obrigada por isso, acho que sou meio reclusa assim por uma forcinha tua, e eu gosto. Gosto de ter um esconderijo guardado em mim e de guardar meus segredos. E eu vejo isso em você. Um segredo desenhado nos olhos. O mistério que nem eu conheço. Obrigada por me ensinar a manter-me firme. Mesmo eu sendo um pouco mais boca frouxa que você,  hahahahaha. Tenho me fortificado na arte de guardar meus segredos te observando.

Umas das coisas que mais me vejo em você é essa ânsia de conhecimento. Nós dois somos dois ratos de livros, sites e relacionados. Claro, cada um no seu gosto, mas mesmo assim. Aprendi com você que não há nada mais atraente numa pessoa que o conhecimento e o tempo que ela dedica para estudar e aprender. Você sempre me diz que aprender é preciso, faz bem para saúde e que tudo que buscamos é alimento para a alma. Obrigada pai, por me apresentar esse universo maravilhoso de buscar conhecimento por si mesmo. Por devorar livros um atrás do outro. Eu sou muito feliz sendo assim, e por compartilhar esse gosto em comum. 
Ei... lembra quando nós dois estávamos caminhando e conversávamos sobre literatura brasileira? Não lembro qual era o tema. Enfim. Lembra que a gente passou perto da casa dos Márinhos, aqueles nossos antigos vizinhos? E eles pedindo desculpas nos interromperam para dizer que estavam admirados com a nossa conversa? Que era uma coisa rara ver pai e filha falando sobre temas tão inusitados e disseram “é bonito ver pessoas falando dessas coisas”. Eu lembro até hoje, pois fico feliz em saber que nós dois gostamos de filosofar e debater. Ah, sou muito feliz de poder ter essa liberdade com você.

Você também me ensinou que na vida é assim, “piccoli sacrifici, molti benefici” e que eu preciso estudar, trabalhar e me esforçar em ambas as coisas. Que pequenos sacrifícios geram muitos benefícios. Enquanto mamãe me incentivava a faltar às aulas você dizia “Hadassah vai estudar, você precisa trabalhar, seus compromissos em primeiro lugar.” E eu sempre admirei isso em você. Você não tem medo do trabalho. Se esforça um bocado para dar uma vida digna para todos nós. Sei o quanto você fica cansado, eu vejo. E queria agradecer. Obrigada por levantar todos os dias para nos alimentar e para trazer “coisinhas” no final de semana. Você é nossa pedra fundamental. A base de muitas coisas. E é assim que eu vou aprendendo que trabalhar é importante, não pelo dinheiro em si, mas pelas boas coisas que você pode fazer com o dinheiro. A sabedoria não está em dizer que dinheiro é só papel, ou nada que traga felicidade. A sabedoria é aceitar que o dinheiro é necessário, não porque seja o mais importante, mas porque ajuda com aquilo que realmente é importante. Foi como Jesus disse né pai? Dai a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus. Trabalhemos, cumpramos nosso deveres nessa sociedade, vamos comprar vender e construir. Viver é preciso. Não dá para nos isolarmos de tudo. Mas não façamos do dinheiro nosso Deus. Nosso amor e dedicação sempre serão reservados a Jesus. Mas vamos batalhar para conquistar nosso espaço. Você me ensinou que é preciso aproveitar os frutos dos meus esforços. E não parar nunca!

Falando em não parar nunca, outra coisa que admiro em você é esse sua maneira focada de encarar a vida. Você parece ver tudo lá no fim do caminho. Enquanto eu fico aqui sofrendo por umas pedras na calçada e uns tombinhos acolá, você diz “Hadassah, vamos em frente!”. Quantas vezes ouvi isso. E na verdade o que eu mais queria no momento era que você sentasse ao meu lado e curtisse a foça junto comigo. Mas você não é desses, você me puxa, empurra e grita se preciso for. Eu me arrasto, retomo, e logo estou dançando por aí. Continue a pedalar, lema da sua vida! E está totalmente certo pai. Livros precisam ser lidos, finalizados, retomados e continuados. Não dá para parar a vida inteira numa página. Então avante!!!

Nossa, essa mensagem já está totalmente proporções grandes. Ah, mas é que tenho tanto que escrever, tanto que agradecer.

Última coisa tá? A principal delas. Pai, te admiro porque na sua vida você tropeçou um bocado, acreditou, desacreditou, errou e acertou, mas sempre, sempre, colocou Deus acima de todas as coisas. E isso me deixa honrada e feliz. Pois sei que meu pai é um homem que busca e se relaciona com Deus. E muito obrigada por todas as orações que fizeste por mim. Obrigada por me apresentar o meu melhor amigo, o nosso melhor amigo.

Cara eu te amo!!  Amo, e amo muito!!! Minha alma gêmea é você. E nós dois sabemos que estamos ligados de uma maneira diferente, não sei como explicar. Mas parece que Deus arrancou um pedaço de você para me moldar, e disse “Toma Rogério, essa garota é você na versão feminina, hahahaha se vira agora. Por que ó... Mulher dá um trabalho”. Deus é comediante de vez em quando né? Ele de vez em quando fala para mim “Mocinha você para de graça e não fica brava com teu pai, porque ele é igualzinho a você.” Mamãe também fala isso. Aí eu me pego rindo, meio que chorando. Porque eu não sei como lidar comigo mesma, como vou lidar com meu outro eu? Ah, mas a gente vai aprender né pai? Você me ensina, eu te ajudo, e assim vamos pedalando juntos até o fim do mundo!




Ok! Vou parar por aqui. Agora você pode tirar o bico dessa cara, pois já tens um lugar no meu blog também.

Papà ti amo, do tamanho do universo mais dois dias inteiros! E estou me esforçando para te dar orgulho e ser uma boa filinha (hahaha) tá é sério! Eu sempre fico pensando nisso. Eu quero muito, lá no futuro dar aquela sua viagem para a Patagônia e paparicar você. Que Deus me ajude! :D

E para você não ficar se sentindo menosprezado também separei uma música para você, ela se chama “Les Deux Pianos”, os dois pianos. "é nóis"! Cada um tocando a sua parte referente, e juntos ecoamos pela vida. Meu companheiro é você, as teclas dessa vida soam muito mais belas ao teu lado.   




2 comentários:

  1. Hadassah, se não se importa em responder, qual sua religião? Vejo sempre você comentando algo sobre Deus, espiritualidade e fiquei curiosa. Ah, seu texto está tão lindo...Transbordando sinceridade e amor ♥

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário.
Só avisando que responderei a todos os comentários aqui mesmo.
E se você quiser que eu visite o seu blog, por favor avise.